www.facebook.com/bolinhapneus

De braços cruzados – Funcionários da limpeza urbana de Santa Luzia interrompem as atividades

Orientação partiu da própria empresa que alega não receber os repasses da prefeitura há cinco meses

Uma manhã de segunda-feira atípica em Santa Luzia. Cerca de 170 funcionários da ECP Engenharia – empresa que realiza o serviço de varrição, capina e roçada, além de serviços de obras, como recomposição de meio fio e bocas de lobo, cruzaram os braços, a pedido da própria empresa. A alegação é a falta de pagamento da prefeitura para a ECP. “Os nossos funcionários estão com os salários em dia, mas tem cinco meses que a empresa não recebe os repasses da prefeitura de Santa Luzia. A situação está insustentável”, garante Eduardo Vaz, Chefe Administrativo da empresa.

Ainda segundo Vaz, na última semana, representantes da ECP estiveram na prefeitura e ficou acordado que o repasse seria feito na sexta (8), o que não ocorreu. “Foi previsto um repasse e a prefeitura não honrou o combinado, por conta disso, resolvemos cruzar os braços nessa segunda. Nossos funcionários só irão retornar às atividades depois que o repasse estiver na conta”, garantiu Eduardo.

Por conta da paralisação, a cidade está cheia de lixo acumulado, em virtude das atividades que antecedem a “Festa de Santa Luzia”. Na avenida Raul Teixeira da Costa Sobrinho, muito lixo em meio às barraquinhas instaladas ao longo da via.  Na rua Direita, a situação também é a mesma. Os serviços de capina que estavam previstos para hoje em vários bairros também foram suspensos.

Em nota, a Prefeitura de Santa Luzia informou que “Por meio da Secretaria Municipal de Finanças a previsão para pagamento da empresa ECP Engenharia, é que este seja realizado em 15/12/2017″.

#jornalvirounoticia #santaluzia

Fotos: Wanderson Carneiro/VN

 

 

 

 

Share

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *