www.facebook.com/bolinhapneus

Superfaturamento – Operação da Polícia Civil investiga fraude na Secretaria de Saúde de Santa Luzia

Pelo menos R$ 21 milhões já teriam sido desviados, de acordo com a PC
Durante coletiva de imprensa realizada na tarde dessa sexta (15), que o VIROU NOTÍCIA acompanhou ao vivo, o delegado Alex Machado, que coordena a investigação, disse que ao menos RS 21 milhões já teriam sido desviados por meio de superfaturamento na prestação de serviço para a Prefeitura de Santa Luzia. A empresa suspeita de envolvimento na fraude é a AMinas, que presta serviço também em outros municípios mineiros. “Esse mesmo grupo tem membros inclusive já denunciados, que já atuaram em outras cidades. O cerne deles é pegar tudo que é urgência e emergência, que acaba dispensando licitação“, disse Machado.
Foto: Ramon Damásio/VN
 
Segundo o delegado, o esquema começou a ser investigado há cerca de um ano, quando a antiga prestadora de serviço Lupa foi dispensada sem motivos e sem receber o pagamento dos valores devidos. A partir daí, a Polícia Civil identificou que a Câmara Municipal aprovou uma verba emergencial de R$ 80 milhões para a saúde (Suplementação Orçamentária). A prefeitura abriu uma nova licitação que teve três concorrentes e a ganhadora foi a AMinas.
 
A polícia informou que, ao todo, foram expedidos quatro mandados de busca e apreensão, sendo três em Belo Horizonte e um em Santa Luzia, e três de condução coercitiva. (Ex-secretários e ex-procurador).
 
O processo corre sob segredo de justiça. A defesa da Prefeita afastada, Roseli Pimentel, não quis se manifestar sobre o caso.
 
#jornalvirounoticia #santaluzia #pcmg
Share

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *