Operação Esculápio – Polícia Civil na Prefeitura de Santa Luzia

A Polícia Civil esteve na manhã desta quarta (19) na sede da prefeitura de Santa Luzia. Na ação, foram cumpridos mandados de busca e apreensão. Os alvos são contratos da secretaria de saúde. Os agentes estiveram na licitação e tesouraria, onde segundo uma fonte do VIROU NOTÍCIA, foi levado, entre outros documentos, o contrato da empresa APGP (Associação Paulista de Gestão Pública) que gerencia o Hospital Municipal e a UPA São Benedito.

Operação Esculápio 

Na última sexta-feira, a Polícia Civil apresentou os primeiros resultados da primeira fase da operação. Na oportunidade, foram cumpridos mandados de busca e apreensão e de condução coercitiva. O esquema revelado pela PC, aponta fraudes na secretaria municipal de saúde, por meio de valores gastos acima da média e suposto envolvimento de servidores do primeiro escalão à época.

Esculápio (em latimAesculapius) nas mitologias grega e romana, é o Deus da medicina e da cura.

Superfaturamento – Operação da Polícia Civil investiga fraude na Secretaria de Saúde de Santa Luzia

APGP

O contrato entre a Prefeitura de Santa Luzia e a APGP – uma Organização Social de Saúde (OSS) – foi assinado no dia 22 de março deste ano. Recentemente, a vereadora Luiza do Hospital, solicitou à prefeitura, por meio de requerimento, informações sobre o contrato firmado entre a APGP e o órgão municipal.

Clima tenso

Alguns servidores conversaram com a nossa reportagem. Todos, sem exceção, estão apreensivos. “Clima muito ruim aqui dentro. A Polícia está fazendo o papel dela, a gente entende, mas a cidade precisa continuar. Tem muita coisa parada aqui na prefeitura. A máquina emperrou“, disse um servidor que pediu para não ser identificado.

 

 

Share

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado.