www.facebook.com/bolinhapneus

MÉDICA SOFRE AMEAÇAS NO PALMITAL

A médica cubana Dolores Maida que atende no posto de saúde Tia Lita, no Palmital A, foi ameaçada por um morador, na última sexta-feira (10).

Segundo Dolores foi a terceira agressão verbal que recebeu desde que chegou à unidade e, por conta disso, vai pedir transferência para outra unidade.

Em menos de um ano já é o sétimo médico que passa pelo posto de saúde. A maioria pediu pra sair, por sobrecarga de trabalho devido à insuficiência de médicos e as constantes ameaças sofridas por moradores. Dolores sofreu a terceira agressão verbal desde que chegou à unidade e, por conta disso, também vai pedir transferência para outra unidade.  “Tenho 23 anos de profissão e já prestei serviço em quatro países diferentes, e isso nunca tinha me acontecido. Amo o que faço, por isso estava atendendo às 13 horas sem ao menos ter almoçado, mas não posso aceitar que um indivíduo invada o meu local de trabalho e me ameace de morte assim”, desabafou Dolores.

Segundo o vice-presidente do Conselho Municipal de Saúde, Davi Silva, que participou hoje a tarde de uma reunião com a médica e a nova secretária de saúde, os moradores também reclamam do número reduzido de funcionários naquela unidade. Silva afirma que atualmente apenas uma médica e cinco agentes atendem à população no Tia Lita.

 

Share

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *