www.facebook.com/bolinhapneus

Gafes podem impedir sucesso profissional

Conseguir o sucesso na profissão é o desejo da maioria das pessoas que atuam no mercado de trabalho. No entanto, a ascensão na hierarquia da empresa nem sempre aparece, o que pode causar frustração e desânimo.

O que o profissional não sabe é que em muitas vezes essa promoção não ocorre por culpa dele mesmo. São determinados comportamentos que o prejudicam no decorrer dessa caminhada e também por não conseguir identificar as atitudes valorizadas pela empresa em que trabalha. Existe até mesmo uma série de gafes cometidas no trabalho que pode emperrar o seu crescimento na companhia.

Segundo a professora da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e especialista em comportamento corporativo Daniela do Lago, as gafes são corriqueiras nas empresas. Para ela, em muitos casos as pessoas acham que estão fazendo algo positivo para sua carreira, mas, ao contrário, estão se autoboicotando profissionalmente. “As gafes vão desde o excesso de bajulação, o típico puxa-saco que nunca discorda do chefe, à falta de jogo de cintura com os colegas”, observa a professora, salientando sobre cinco principais gafes causadas por esses profissionais (veja no quadro ao lado) que ela identificou junto a executivos.

Daniela acredita que hoje o aspecto comportamental conta muito quando se trata de uma promoção. Ela cita como exemplo o caso de uma empresa que estava entre dois candidatos para assumir uma posição de diretoria: um é bem qualificado tecnicamente, mas não é bem relacionado, e o outro, com menos qualidade técnica, tem um ótimo relacionamento com a equipe. “Ela optou pela pessoa que é forte no relacionamento, pois as companhias acreditam que a capacidade técnica é adquirida no decorrer do exercício das atividades”, afirma.

A professora reforça que o relacionamento ajuda até mesmo para a conquista de empregos. Segundo ela, pesquisas mostram que 80% das vagas conseguidas são provenientes do relacionamento que a pessoa tem com alguém – e que as outras 20% são originados de sites de recolocação. “Ensino que vale a pena manter contato com qualquer pessoa. O mundo é pequeno e não sabemos o dia de amanhã”, comenta.

Uma outra dica da especialista para quem procura uma promoção ou um bom emprego é sempre tentar melhorar a qualificação profissional. “Pode ser por meio de uma pós-graduação, um mestrado, doutorado, cursos, palestras ou até mesmo uma leitura. Não se pode acomodar”, alerta.

 

* Com O Tempo

Share

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *